S

ou um viciado em filmar e fotografar minha mulher. Faz parte inseparável de nossa vida sexual. Amamos bolar e sonhar juntos poses, fantasias, roupas, cores, cenários, histórias e lugares inusitados para compor algo erótico, criativo, louco e bonito! Acho extremamente lúdico e excitante ver minha fêmea amada transmutada em milhares de outras “personas”, em milhares de situações que não pertencem ao nosso cotidiano normal ou mesmo ao universo real. Mesclar, fundir e misturar quimicamente seu corpo a paisagens e objetos, ambientes e atmosferas obscuras é como pintar um quadro a óleo substancial e táctil, escrever um breve roteiro de infinitas histórias insinuadas que se desenvolvem e progridem dentro da nossa imaginação.

A vejo transformando tudo a sua volta em algo essencialmente sexual, inoculando sua sensualidade onde a luz de seu corpo alcança… os ambientes e situações retribuem e a “fodem”  de volta com suas geometrias orgânicas ou artificiais, abstratas ou incisivas, numa orgia agregadora que sintetiza e sublima tudo num só orgasmo.  Capturo esses instantes com a eletricidade de meu tesão e o magnetismo do tesão dela e dessa forma a fantasia ganha vida, não menos real que a fantasia cotidiana que acostumamos a chamar de a “verdadeira”.

Viajamos para outra dimensão… A energia dessas fotos e filmes é capaz de fazer fluir o sangue e ativar os hormônios de sua própria e única maneira.  Sinto que quando bem realizada, a fantasia nos trás outro sexo, com um sabor totalmente diferente… a energia a nossa volta é diferente, o toque responde diferente, os corpos são outros, a curiosidade em riste de meu pênis é a de quem envereda por lugares desconhecidos…  e passo a transar com milhares de máscaras de minha mulher, milhares de essências que ela possui dentro dela que não são artificiais, forçadas ou falsas, apenas raramente usadas. Ela me surpreende, me assusta, me cativa, solta outro cheiro… A fantasia bem realizada invoca arquétipos universais de forma real, aflora individualidades genuínas e adormecidas…. A sensação envolta e dentro de nós é de sair da vida mundana rotineira. Falamos agora então de Magia… adentramos a arte mágica da invocação!  Sexo criativo é a capacidade de invocar outras realidades para usufruir de novos sabores, outras cores de excitamento e orgasmo.1254t24tgrt

Magi

Magi (se fala “médjai”) vem da palavra “imaginação”. Um mago é alguém capaz de acreditar nas coisas que imagina. Toda magia ritual baseia-se em convencer o subconsciente de que aquilo que podemos imaginar é real. Já fazemos isso o tempo todo, mas saber mudar nossas crenças do que é possível ser real é a parte difícil. Nos condicionamos por anos às mesmas máscaras.  A liberdade de ser muitos e não se confinar a uma só pessoa vesus a claustrofobia de não poder sair de si mesmo, um si mesmo que é tão imaginário quanto qualquer outro. Quem sabe invocar outra realidade e sugestionar a própria mente de que aquilo é real, realiza um supremo ato de magia cerimonial! E pode fazer sexo criativo…

As pessoas já fazem isso quando compram fantasias de colegial, de enfermeira, de bombeiro etc. Mas poucos se dão conta de quão longe e profundo essa “brincadeira” pode ir.

Existem níveis de habilidade para isso. Quando vemos um grande ator imerso em sua arte, sentimos que tornou-se outro de verdade. O personagem é ele,a personalidade do ator sumiu. O inverso, quando vemos um mau ator, ele não nos convence, porque ele mesmo não se convenceu de que é o personagem, não sabe ser outro, mergulhar na alma daquela criação. Vemos só uma tentativa frustrada de ser outro, artificial, imitação apenas… Mas o grande ator sabe. Um grande ator é um grande mago, um mestre em se metamorfosear no que quiser. Ser um artista é essencial para praticar o sexo criativo, aquele que cria a si mesmo sem limites… Sendo um artista, você é capaz de criar outras realidades para si e para seu parceiro e dessa forma jamais se “monotoniza” em ações repetitivas que levam à extinção do tesão.

A igreja e todo aquele aparato de arquitetura, músicas, roupas eclesiásticas , palavras poéticas e ritmadas, servem para convencer a mente de que adentrou algo diferente, uma outra realidade. Tudo é para convencer o seu subconsciente, impressionar, te fazer entrar inteiro. A mente rebelde que fica de fora falando  “isso é tudo bobagem, ilusão”, não consegue viajar, adentrar outro espaço dentro de si mesma.  Não importa como é o ritual, importa a sua fé nele… Sexo é sempre um ritual. O aparato em volta faz a mente conseguir ser outra coisa… os tesões são outros.

 

Ser a menina novinha prestes a se entregar ao sexo pela primeira vez? Essa energia está viva, ocorrendo a cada minuto pelo mundo de forma real. Esse arquétipo pode ser invocado e é seu se sua concentração e fé assim permitir. Acreditar no que se quer é invocar a energia da coisa. A imaginação não é só imaginação. Torna-se real quando se tem a capacidade de invocação.

Acreditar na fantasia é fazer magia ritual. Algo extremamente poderoso, infinito, real…sexual! Sexo é sempre fertilidade, proliferação de sementes, nova vida…

Nossas fotos estarão sempre mostrando os arquétipos que estamos invocando para nós e para quem nos vê. As fotos podem ser leves, pesadas, marginais, místicas, ridículas, infantis… Podem invocar peso ou a leveza, perigo ou alegria… Proposições de estados alterados de consciência para usufruir do sexo em todos os sabores possíveis, com corpos transmutados e mentes subjugadas a outras energias.

Vem com a gente imaginar, sonhar e densificar  o onírico em realidade palpável, muito apalpável…

Obsessão voluntária é a capacidade de se deixar levar numa fantasia memorável …

Invocar uma fantasia, visualizar, introjetar e então projetar, ser… ser outro! Ser muitos…

Quem sabe fazer direito, usar a imaginação a ponto de convencer a si mesmo, fode de infinitas maneiras… jamais “monotiza” a vida.

E para o sexo sair do trivial e passar a ser infinito, sua capacidade artística tem que ficar a cada dia mais forte, visceral… Encantar é uma palavra da magia, encantem-se como casal com o poder dos arquétipos e das fantasias…

Mesmo na masturbação, aquele que visualiza muito bem, que pode sentir como material aquilo que imagina, tem orgasmos mais fortes.

Você já faz isso o tempo todo. Se auto-hipnotiza em ser aquilo que pensa que é. A questão aqui é: conseguir cambiar os paradigmas, as “personas” possíveis vindas da sua imaginação e de arquétipos universais, para poder saborear outra coisa.

Imaginar e atuar na imaginação é a coisa mais poderosa do universo. Se você aprender a utilizar no sexo, será um outro patamar. Minha gata pode acreditar ser uma sacerdotisa que invoca elementais da natureza para aumentar a intensidade do sexo. Pode ser uma putinha doida pra dar nos becos sujos da cidade. Pode ser uma prisioneira amarrada num tronco sendo fodida pelos elementais do fogo que queimam sua vagina e ter prazer. Pode ser uma loira glamourosa que sai de uma festa sozinha e brinca com seu vibrador porque ninguém lhe deu uma cantada criativa e convincente… pode ser uma lésbica que quer uma noite selvagem de sexo com uma desconhecida, uma caçadora de orgias, uma freira que caiu em tentação… orgasmos únicos que só quem sabe brincar, invocar e se metamorfosear consegue! Mesmo que a foto seja extremamente explícita, as histórias insinuadas serão sempre sutis, subjetivas, abstratas, poéticas, sem limites…

 

Imaginar e atuar na imaginação é a coisa mais poderosa do universo

 

… imaginar um limão é já sentir o azedo e provocar a reação na língua. Basta lembrar de um acontecimento do passado e podemos ficar tristes ou felizes, imediatamente, e está tudo na imaginação, mas o corpo já reage de acordo como se estivesse realmente acontecendo, porque na verdade está. Saber direcionar voluntariamente a mente é uma habilidade que nos faz ser feliz quando quisermos… e triste quando quisermos… A conversa mental que você entretém é responsável pelo seu estado emocional e erótico… roteiros criativos e inspirados na mente geram reações químicas diferentes no seu corpo…

Sugestionar como políticos fazem;  … pessoas que tinham o dom da palavra, da oratória, eram temidas antigamente e devem ser temidas hoje em dia… em verdade estão proferindo encantamentos, mudando e direcionando as mentes para onde eles querem… podemos fazer isso com nós mesmos. Poderoso não é o capaz de convencer os outros, mas o capaz de convencer a si mesmo.

As frases acima são desconexas e devem fazer um todo significativo na mente…

densificar o onírico

Nossas fotos e filmes serão uma expressão de nossa capacidade de densificar o onírico, de acreditar em nossa imaginação…a incidência delas em sua retina já é um ato de encantamento, um passe mágico que pode ou não te impressionar…

 

Queremos fazer fotos alucinadamente sexuais e doidas em todos os países que visitamos, com mulheres locais entrelaçadas no corpo da minha gata,  na natureza, em bares, em lugares sinistros e históricos… eu transando com ela, ela transando com outras… Queremos invocar atmosferas bizarras, situações espontaneamente absurdas, poesia e perversão sem barreiras…

Explicaremos nossa magia ritual e invocações em cada foto….

E queremos receber a de vocês. Um tráfego de fantasias e possibilidades de muitas imaginações unidas.

Vão lá inventar algo… mas convençam-se de que é real…e será!

Falaremos mais de invocação de fantasias e espíritos da natureza para sexo em outros posts. O tamanho da sua imaginação e concentração e sua habilidade em acreditar  faz toda a diferença! Tenha fé no sexo criativo!

Criatividade é contagioso… uma doença sexualmente transmissível…contaminemo-nos uns aos outros!

Criatividade é contagiante… uma alegria mentalmente trasnferível… contagiemo-nos uns aos outros!

Criatividade é consensual…. é preciso inspirar um ao outro….  concordar em viajar juntos!

Fotos, filmes, histórias, atmosferas… sexo criativo…sempre!

 

About The Author

Sou um cara que ama criatividade em todos os setores da vida, principalmente no sexo. Sempre pronto pra inventar e experimentar coisas inusitadas, quebrar padrões e expandir a realidade. Tudo junto do amor da minha vida, porque só assim que tem graça.

Related Posts

Leave a Reply