“E Deus criou o mundo a partir de um só som…OMmmmmm…”

 

Se vocês pensam que música é apenas entretenimento, pensem de novo. Não existe nada mais poderoso nesse mundo para alterar a realidade a nossa volta e em nós…  toda  frequência vibratória de um ambiente e de nosso corpo é alterada quando sons organizados estão sendo emitidos. Novas dimensões são invocadas e impostas sobre a realidade nas quais soam.

 

??????????????????????????

 

 

 

 

Toda matéria que parece sólida no fundo é só um ritmo determinado de energia, vibração (uma dança como diriam os hindus). Somos feitos de vibração emoldurada… tudo em nós, células, pele, neurônios, órgãos, ossos, músculos, clitóris… vibra, é feito de som. Existe apenas uma ilusão de solidez devido a clusters de sons, aglomerações de bilhões de vibrações que formam algo mais substancial, visível… Você sente a presença de determinada pessoa mesmo antes de enxergá-la, porque seus sons estão sendo emitidos e já estão se misturando com os seus… Daí vem o fenômeno que damos o nome de simpatia ou antipatia. Poucas pessoas sabem, mas são termos científicos. Quando um som entra em ressonância com outro, podemos dizer que são sons “simpáticos”, estão vibrando na mesma faixa. Quando existe uma desarmonia entre os sons, uma dissonância, falamos em “antipatia”.  Vocês já ouviram quando um guitarrista dá uma nota e algo na bateria soa sozinho? É por causa do fenômeno da ressonância, matérias cujas vibrações se parecem influenciam mais uma à outra, são simpáticas.  Som influencia som e se modificam entre si, tudo é som… Saber manejar ressonâncias, harmonia e dissonâncias, nos faz mais poderosos e ricos.

sex

E o que a música e o sexo tem a ver com tudo isso? Quando estamos sexualmente excitados, nosso corpo está vibrando diferente, emitindo sons diferentes e altamente receptivo ao exterior. Quando uma música está soando no ambiente, nosso corpo nunca é passivo a ela. Tudo em nós começa a ser influenciado pelas frequências que chegam…  nossas vibrações se chocam com as que chegam e a frequência muda… Podemos sentir que os sons de uma pessoa que está de mau humor são outros, podemos sentir que os sons de uma pessoa que ouve determinada música são outros… a música nos transfigura enquanto soa.

img_13784347_157_0

Pois bem, você já está com aquele companheiro (a) cuja ressonância te deixa excitada… seus sons se misturam e o acoplamento energético simpático já está sexualmente ativo mesmo antes de um toque de pele. De longe os sons que formam o corpo de cada um já estão se “pegando”, um acorde dos dois está sendo formado no ambiente. Além da vibração dos dois corpos e de todos os sentimentos envolvidos vocês podem trazer mais vibrações exteriores para o sexo que vai acontecer e assim formar uma orgia vibratória muito maior. Aqui entra a música… Com música… tudo muda.miltos-sexy-music

A música além de vir juntar-se vibracionalmente a vocês fará muito mais.  Ela será a invocação de uma atmosfera, uma dimensão, de um espetáculo vibracional totalmente diferente. Vocês estarão literalmente em outro lugar. Pode ser um lugar alegre, solar, praiano ou algo sombrio, um castelo abandonado, florestas escuras, becos da cidade…Todos os objetos que estão lá onde vocês estão serão outros e como você já deve imaginar, seu corpo será outro. Todas as sua células estarão vibrando em outra faixa. A música chega em você e penetra em cada átomo seu e o transfigura. Faz vibrar seus hormônios semelhante à água que está sendo aquecida numa chaleira (fogo é apenas energia, calor nada mais é que vibração acelerada) .  Dessa forma, seus hormônios e todos os seus átomos influenciam teu humor, teus desejos, sua luz…o que você vê à sua frente e aquilo que toca, são outra coisa…literalmente.  MUSIC-AND-SEX

A saliva da sua língua estará sendo vibrada, a língua em si será outra. O corpo que você está prestes a lamber, foder, está vibrando diferente. É outro ser…  A música que você escolher trará toda uma realidade própria. Nada se impõe mais do que música.

Cada gênero musical invoca realidades e arquétipos inerentes a ele, de forma real, física, empírica.  Uma bossa nova é capaz de invocar o Rio de Janeiro dos anos 60 e 70, a vida nas praias do Rio, a beleza de suas meninas desfilando de biquíni, a malemolência, o horizonte infinito do mar, a vida contemplativa e sossegada de uma classe média alta e intelectualizada. Vocês estarão fazendo amor naquele ritmo, naquela realidade, naquele toque, naquele espírito… tudo vem junto pra quem sabe se deixa levar.MUSIC-9081

Um black metal invocará aromas sombrios, florestas escuras, ritos ocultos, possessões, obsessões, loucura, demônios e magia negra… Você estará fodendo com angústia, violência, misticismo, visceralmente entregue… fora de si! A frase chave aqui é “fora de si”. Você estará experimentando o sexo numa vida, num corpo, numa realidade que não é a sua. (assim como fazemos nas fantasias, ler o texto sobre isso). Todas as personas e realidades ocultas do mundo podem ser invocadas e usadas por você para experimentar, para sentir outros prazeres, todos os sabores do sexo, infinitamente intensos por serem infinitamente inusitados no seu dia a dia.  A música que é feita por pessoas que pertencem àquela realidade, seus músicos, é capaz de introjetar-se em você, de te possuir,  em fazer você sentir como elas são enquanto a vibração te afeta. Música é uma transferência mágica de realidades, dimensões. Você “vira” as pessoas que são as criadoras daquele mundo. Ouvir uma música é fazer amor com ela. Mas ela se impõe quer você queira ou não…Se você odeia a música, estará sendo estuprado por ela, aquela realidade está sendo imposta sem você estar gostando… mas ser estuprado voluntariamente por músicas estranhas pode levar a prazeres intensos e extravagantemente gostosos, se você der a chance e tiver a coragem.    2er233

 

 

 

 

 

 

Nada pode explicar exatamente a sensação… Como dizem, falar sobre música é como dançar para explicar arquitetura. Não faz sentido. É impossível ir muito além nesse texto.

Estaremos sempre aqui propondo e contando nossas experiências de ressonância com a música. Essa alquimia música/sexo possui infinitas variáveis e mundos a se explorar.

Meter, lamber, morder sob os efeitos de outras vibrações é fazer sexo no corpo de outra pessoa com um companheiro que também é outra pessoa, assim como o ambiente em que vocês têm a relação que também é outro. O ritmo, a percepção, a realidade e a sensação de vocês será outra… um sexo oral com Beyoncè ao fundo  jamais será o mesmo do que com Metallica ao fundo. Vocês têm reggae, disco, música erudita, jazz, rap, funk, new age, rock, hard rock, heavy metal, punk, samba, polka, mambo, trilhas sonoras, pop, world music, música indiana, caribenha, milhões de subgêneros e artistas únicos… muita coisa para levar pra cama e experimentar como é, como é meter naquela realidade, na pele daqueles seres, envolvido por aquele universo.

Atenção para a dica mais importante: não se restrinjam apenas aos tipos de música e artistas que vocês curtem. No cinema, o elemento mais importante para criar a atmosfera desejada é a música. Nada se impõe mais em nossos sentimentos do que ela. Se mantivermos a mesma cena visualmente, mas trocarmos a música, sentimos outra coisa. E falo isso porque não necessariamente você ouviria aqueles tipos de música que ouve no cinema, mas você percebe seu poder em criar uma atmosfera única. Música não é apenas para parar e escutar, ou mesmo “gostar”. Ela serve para invocar e impor atmosferas ao ambiente. Seja um viajante ousado, curioso e destemido e experimente de tudo. Faça sexo com as mais remotas possibilidades sonoras possíveis também, que seus ouvidos não estão acostumados. Dê chance ao inusitado, ao “longe de você”…  mesmo que jamais pare e escute aquele tipo de música, ela pode proporcionar um sexo bizarro, uma vibração única capaz de fritar seus hormônios pelo susto e encher sua antena receptora mais sensível (clitóris ou cabeça do pênis) de sensações deliciosamente obscuras e novas.  New vibes to you… (vibes é só uma abreviação de “vibrations”)

Bom sexo com música…

2er233 ??????????????????????????

wg3r

About The Author

Sou um cara que ama criatividade em todos os setores da vida, principalmente no sexo. Sempre pronto pra inventar e experimentar coisas inusitadas, quebrar padrões e expandir a realidade. Tudo junto do amor da minha vida, porque só assim que tem graça.

Related Posts

Leave a Reply