Gente,

    Nós dois que escrevemos aqui temos nossos trabalhos normais e somos pessoas que vivem o dia a dia numa sociedade hiper-hipócrita, que sempre finge ser o que não é, ou anula tudo o que tem vontade de fazer. Ao invés de levantar bandeiras de revolução sexual e batalhas perdidas contra mentes medíocres (que preguiça!), nós usamos os tabus e hipocrisias a nosso favor. Não queremos que o tabu, o proibido e o não convencional deixem de ser o que são porque ia perder a graça não ter nada para transgredir… deixa eles assim, como tabus, como “coisas impensáveis de se fazer para uma pessoa decente”. Deixa os religiosos pensarem que tudo isso é sujo, do diabo. É gostoso demais… eles são um afrodisíaco maravilhoso, essencial… quero muito, sempre. Não me venha dizer que transar a três e ver minha mulher se pegando com uma garota é normal que vocês cortam meu barato rsrs…

 Pois é, hipocrisia e gente careta dão um tesão gigante! Por isso eles existem, rsrs. Se todos fizessem sexo na rua não ia ter lugar proibido pra transar… ia ser um pesadelo, um mundo chato demais. Não ia ter o risco de ser pego poxa, credo…

  A sociedade é tão besta que se divulgássemos quem somos, para sempre seriamos rotulados como o casal que expõe a vida sexual e faz sexo a 3 e outras coisas. Como se nossas vidas não fossem nada além disso e não tivéssemos mil outras atividades, sentimentos e vontades.  A mediocridade ama simplificar as coisas para poder execrar e diminuir. Um vício entre os humanos. O recalque é um dos principais fatores que faz as pessoas se tornarem violentas e atacarem os mais livres, os que quando têm desejos agem. É duro demais ver alguém sendo livre quando se é todo travado. E ainda tem aquele tipo de cara que sai com travesti quando a esposa viaja e depois condena os gays com discursos inflamados na frente da família e amigos. Esse cara é perigoso!

 Vamos revelar quem somos agora: somos como um  Batman e Mulher Gato do universo sexual, e vamos agir incógnitos para o seu e o nosso prazer total e irrestrito. Vamos heroicamente satisfazer e expor todos os delírios de nossa imaginação um a um, mantendo nossa aparência de gente de respeito e temente à ira Deus para quem nos conhece frente a frente.

O mundo do crime iria rapidinho atrás do Bruce Wayne se soubesse quem ele é a paisana.  Os moralistas violentos e os mais “falsozinhos” iriam cair matando em cima de nós se soubessem quem somos… que delicia agir a revelia deles, nos becos da vida, na calada da noite e do dia, e ainda sim frequentarmos suas festinhas burguesas e aborrecidas, onde nos tratam como um deles,  sem imaginar o que fazemos quando protegidos por nossas máscaras. Somos o Duas Caras, o Coringa, o Batman e a Mulher Gato…Why so Serious?

Sem saber como somos devassos e diferentes, todo moralista de plantão também será sempre nosso amigo e confidente. E sem o saber, nosso afrodisíaco e incentivador! A covardia alheia para desfrutar de um mundo diferente deixa a nossa coragem infinitamente mais viril e saborosa. A flacidez de seus ímpetos potencializa os nossos sendo inversamente proporcional.

Anonimato é gostoso demais, excita, dá tesão… Podemos falar o que quiser e fazer o que quiser e depois posar de santinhos recatados. Delicia. Somos múltiplos, infinitos… mascarados!  Sejam anônimos como nós, e só se revelem quando for com pessoas especiais, que valem a pena. (vamos ter uma surpresa nesse sentido muito em breve, aguarde. Um grupo fechado no facebook ou em outro lugar para pessoas abertas).

É hipocrisia dizer que a hipocrisia da sociedade não pode nos prejudicar… as coisas são como são…e que bom que são! Serão nossas aliadas e nossos passes mágicos a um mundo oculto de sexo e prazeres sem fim. Oponha-se a nós ou alie-se… os dois são essenciais…

Leave a Reply